A vida na Índia sob o olhar de uma brasileira.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Uma observação importante: Estou morando no norte da Índia, mais especificamente na cidade de Agra, e minhas publicações dizem respeito a essa região. Não posso fazer generalizações sobre o país todo.  Procurarei mencionar sempre que estiver falando sobre outra cidade.

Prosseguindo e complementando a postagem anterior...
Não são apenas as vacas que marcam presença constante nas ruas. Há também outros animais, como por exemplo búfalos, nossos conhecidos cachorros e os macacos:


Cabe contar aqui uma pequena história que ilustra a relação dos indianos com os animais: Meu marido contou que estava certo dia tentando gentilmente expulsar uma lagartixa do escritório. Foi dando pequenos chutinhos nela até que chegou à porta. Lá estava o motorista que entrou em defesa do pequeno rastejante. Disse pra que ele não a chutasse assim, que ela era um animal pequeno e ele era grande.
Isso me diz um pouco sobre o respeito que têm por toda criatura, coisa que falta em muitos brasileiros.

Não adianta ficarmos horrorizados. Esses dias, olhando fotos de uma Norte Americana em visita ao Brasil, descobri que a Índia está para nós assim como o Brasil está para os Norte Americanos ou Europeus. Sim, bagunça, sujeira, falta de ordem: nós também temos a nossa porção.

Ah! Outra coisa que temos em comum com os indianos... No condomínio onde eu moro também passa um carinha apitando de madrugada, assim como acontece no Brasil. Ah, nada como nos sentirmos seguros! Fico feliz quando acordo no meio da noite com o bendito apito e penso... Ufa! Se sofrermos um ataque, tem um carinha com um apito ali fora pra me defender :) That's all for now, folks! See you again next monkey.

4 comentários:

  1. Muito boa ideia, adorei!! Vou acompanhar!
    Mantive o SaoPauloParisDakar nos meses que estive no Senegal com postagens quase diárias no último mês. Foi a melhor coisa que fiz. Com certeza, minha experiência foi muito melhor por conta do blog. Ter que parar para escrever, descrever, contar e analisar o que acontecia comigo, com os (muitos!) choques culturais, tentando me livrar dos preconceitos, tentando mostrar para o leitor (e pra mim!) que aquela cultura é simplesmente diferente, nem melhor, nem pior... Hoje, dois anos depois, quando releio essa parte do blog, me dá uma saudaaade... Ah, também fiz muitos bons amigos graças ao blog. Enfim, só coisa boa! (eu deveria usar isso como lição e voltar a escrever mais. Afinal, ainda vivo numa cultura um pouco diferente da minha...
    Hmm, morro de vontade de conhecer a India. O norte me interessa mais, já Loic prefere o sul. Temos planos de fazer uma viagem de pelo menos 1 mês por esses lados. Espero que seja logo, quem sabe a gente não se encontra?!
    Longa vida ao blog! Muito boa experiência pra vocês, aproveitem!! Bjss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, o SaoPauloParisDakar certamente me inspirou e hoje mesmo (antes do seu comentário aqui) eu tinha passado lá pra dar uma olhada. Na minha opinião o seu blog é de ótima qualidade, e as experiências que você viveu nos últimos tempos são extremamente interessantes e devem ser registradas.
      Eu ainda estou engatinhando... tive que me puxar pra dar esse pontapé inicial e agora é tentar me adaptar ao tipo de redação, fora toda essa questão de layout, etc. Mas enfim, será uma aventura muito válida e principalmente se tiver companhia, tanto aqui lendo os posts, como vindo até aqui, será ainda mais interessante. Venham! :)
      Quanto a norte/sul, pelo que ouvi até agora, o norte é um pouco mais distante da realidade que conhecemos, por isso se torna mais instigante também (assim penso).
      Obrigada! Beijão!

      Excluir
  2. Oi Mari!
    Adorei a ideia.
    Principalmente se te esforcares por mencionar os aspectos positivos do povo indiano.
    O teu comentario sobre o incidente com a lagartixa me encheu o espirito. Fiquei ponderando sobre isso por alguns minutos. Pode ser que alguns animais tragam doencas e a falta de controle deles tbem seja algo a ser considerado...mas que o respeito pela maravilhosa criacao de Deus deveria partir de todos nos... nao resta a menor duvida.
    Pelo visto tenho mto que aprender com nossos irmaos do Oriente!
    Parabens pela maravilhosa iniciativa! Nao desista :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tine. Obrigada pela força. Não tinha pensado que as pessoas também poderiam aprender algo através do meu blog. Quero dizer, que podem tirar lições que vão além de apenas saber como é a cultura. Tá aí mais um incentivo pra eu continuar escrevendo.
      Beijão!

      Excluir